O medo passou! O que ficou foi a mágoa.


Temi te perder, temi te ver abraçando ou dando carinho a outra pessoa. Senti, eu sabia, que estávamos por um fio. Se fosse apenas isso, estava tudo bem, mas não, havia tantos detalhes entre eu e você... 
Lançamos palavras ríspidas e dolorosas demais para serem esquecidas ao nascer do sol. Em mim, elas abriram feridas desmedidas. Pensei então que seria melhor cada um seguir seu rumo mesmo, buscar novas pessoas, se dedicar a outros amores, sorrir outros sorrisos. Mas bastou-me ver seus olhos pra esquecer o que eu pensara há segundos atrás, mesmo tendo a certeza de que eu não sei quem você é ou pode vir a ser, eu quis está contigo mais uma vez, quis encostar a cabeça no teu peito, sentir teu cheiro e me sentir acolhida em teus braços.
Hoje, mesmo com dores, com pesar e desgosto, eu te olho, te estudo e me aprofundo em você, pois não direi que te amo antes de descobrir quem é você.

– Iris Eduarda

Imagem via forum.jogos.uol.com.br

"Seguindo a ordem: primeiro eu, depois você." 

– Iris Eduarda


Imagem via Tumblr.


"Alguma coisa parece está dando errado..."
- I.E.

Imagem via www.simonebastos2007.com

Oco


Às vezes, num relacionamento, por descuido de ambos, é deixado pra trás o encanto do início, digo, o brilho no olhar, as surpresas, as cartinhas escritas em guardanapo, a guerra de travesseiros, o riso após uma discussão por ciúme.  O café esfria, o chocolate amarga e o frio incomoda.
Lá se vão noites de sono, por medo, por insegurança, por sentimento de incapacidade. Me pergunto:  Quem está indo embora, eu ou você? Quem desistiu de nós? Temo pela resposta, rezo baixinho para que não seja eu.
Está anoitecendo aqui dentro, fazendo frio, sobrando espaço. Sinto sua mão soltando da minha, sinto que a soma está sendo subtraída. E eu não vou impedir, o que tem que ser meu, fica.

Iris Eduarda


Imagem via impulsividade.tumblr.com